14 de julho de 2024 09:57

Plantão Policial

Homem viola medida protetiva e invade casa de ex-companheira em Palmas

Publicados

sobre

Homem viola medida protetiva e invade casa de ex-companheira em Palmas
Energisa

Na tarde desta segunda-feira, 29, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio de ação realizada por policiais Civis da 1ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (1ª DEAM) de Palmas, sob a coordenação da delegada Daise Rodrigues, deram cumprimento a mandado de prisão preventiva, em desfavor de um homem de 27 anos.

Ele é investigado pelo crime de violência doméstica, no contexto familiar, e foi capturado quando se encontrava em sua residência, localizada na quadra 307 Norte, na Capital.

De acordo com a delegada titular da 1ª DEAM, Suzana Freury Orsine, o indivíduo acabou preso depois que investigações apontaram que o mesmo teria praticado os crimes de ameaça, invasão de domicílio, dano, além de ter descumprido medida protetiva de urgência em favor da ex-companheira.

“A mulher, que procurou a Delegacia Especializada pela primeira vez em julho deste ano, registrou vários Boletins de Ocorrência em desfavor do homem, que não aceitava o fim do relacionamento”, disse a delegada Suzana. No último domingo, o indivíduo chegou a invadir a residência da vítima, onde fez novas ameaças a mulher.

Assim, diante da gravidade do caso e, também no sentido de evitar que a situação pudesse resultar em um feminicídio, a delegada Suzana representou pela prisão preventiva do indivíduo, que foi concedida pela juíza responsável pela Vara de Combate a Violência Doméstica de Palmas.

De posse da ordem judicial, os policiais civis da 1ª DEAM passaram a diligenciar, sendo que na tarde de hoje conseguiram localizar o indivíduo, que estava em sua residência e não ofereceu resistência.

Desse modo, ele foi preso e conduzido até a sede da Unidade Policial. Ao final dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado à Unidade Penal de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Ao comentar sobre a prisão, a delegada Suzana Orsine frisou que ações como esta fortalecem a confiança das mulheres no sistema de justiça e incentivam as denúncias.

“A Polícia Civil do Tocantins segue firme e atuante em defesa das mulheres que sofrem violência de qualquer tipo, seja ela física, psicológica, sexual patrimonial, dentre outras. Nesse sentido é muito importante que as vítimas procurem a DEAM mais próxima e formalizem a denúncia, a fim de que a PC-TO possa realizar todos os procedimentos necessários para que o agressor seja identificado, preso e possa responder perante a justiça pelos seus atos”, reforçou a delegada.

A autoridade policial também lembrou que a prisão tem ainda mais relevância, uma vez que estamos no “Agosto Lilás”, que é o mês dedicado à conscientização pelo fim da violência contra à Mulher no Brasil.

“Também é importante lembrar que esse é o mês em que se comemora os 16 anos da criação da Lei 11.340, ou Lei Maria da Penha, que pune com mais rigor os crimes praticados contra as mulheres. Portanto, a Polícia Civil do Tocantins está totalmente empenhada na proteção às mulheres do nosso Estado”, finalizou a delegada.

Envie sugestões de pauta ou denúncia para o Whatsapp do Jornal Sou de Palmas: (63) 992237820

Anúncio
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conecte-se

Deixe uma resposta

Mais Vistos da Semana