MPTO assina acordo que prevê criação de seções eleitorais especiais para presos provisórios e adolescentes infratores

As novas seções devem ser criadas até o dia 15 de julho, apenas nos locais onde sejam inscritos, pelo menos, 20 votantes.

A criação de seções eleitorais especiais em estabelecimentos penais e unidade de internação de adolescentes foi objeto de um Termo de Cooperação assinado pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO), Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e instituições civis do sistema penitenciário e do sistema de Justiça do Estado.

O documento foi assinado pelo procurador-geral de Justiça, Luciano Casaroti, nesta terça-feira, 21, a fim de garantir aos eleitores presos provisoriamente e aos adolescentes internados o direito de voto.

As novas seções devem ser criadas até o dia 15 de julho, apenas nos locais onde sejam inscritos, pelo menos, 20 votantes. As entidades devem promover mutirões para providenciar a documentação obrigatória dos presos provisórios e adolescentes internados, designar agentes penitenciários e solicitar força policial para garantir a segurança de todos os envolvidos, entre outras ações.

O acordo ainda prevê a não transferência daqueles cadastrados a fim de votarem nos respectivos estabelecimentos e unidades estabelecidas, com exceção dos que obtiverem liberdade ou por determinação judicial, hipótese em que a administração dos estabelecimentos deve providenciar a devida escolta para o exercício do voto.

 

Assinam o documento além do MPTO e  do TRE, o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), a Defensoria Pública Estadual (DPE), Procuradoria da República no Estado (PGE), a Ordem dos Advogados do Brasil seccional Tocantins (OAB/TO), o Conselho Estadual dos Direitos da Criança  e do Adolescente do Tocantins, O Conselho Penitenciário do Tocantins e  Secretaria de Cidadania e Justiça.

Envie sugestões de pauta ou denúncias para o WhatsApp do Jornal Sou de Palmas: (63) 9 9223-7820

Deixe o seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais