PREFEITURA DE PALMAS
SEBRAE 728X90  

Homicídios em Araguaína aumentam para mais de 30% durante os primeiros meses de 2022

Os dados indicam também que 48 armas de fogo foram apreendidas, 117 veículos recuperados e 402 pessoas foram presas

A Polícia Militar, por meio do 2° Batalhão da PM, divulgou na manhã desta quinta-feira, 04, o balanço criminal da cidade de Araguaína referente ao período de janeiro a julho do ano de 2022.

No comparativo com o mesmo período do ano anterior, 2021, os dados indicam redução de 38% no crime de furto a estabelecimento comercial e uma redução de 26% em relação aos acidentes de trânsito.

Os dados indicam que 48 armas de fogo foram apreendidas, 117 veículos recuperados e 402 pessoas foram presas.

O balanço criminal é considerado positivo também em relação aos crimes de furto e roubo que apresentaram uma redução de 9% no início deste ano, assim como os crimes de violência doméstica que diminuíram em 3% em relação ao mesmo período do ano de 2021.

Em relação às ocorrências de homicídio, os dados apontam uma crescente de 32% de casos nos primeiros meses do ano de 2022 quando comparado ao mesmo período de 2021. Só em janeiro foram 7 casos a mais do que em janeiro de 2021, situação que se repetiu também no mês abril quando a PM registrou 6 casos a mais se comparado a abril do ano anterior.

Essa tendência de alta exigiu da polícia militar adoção de estratégias para conter o avanço da violência, dentre elas, destacam-se o emprego de efetivo em serviço extraordinário com intuito de aumentar o patrulhamento nas ruas, o aumento do número de prisões e o apoio de equipes especializadas de policiamento.  Além de ações sistematizadas de outras forças policiais que, por meio de investigações e operações, efetuaram a prisão de autores dos crimes e contribuíram também para frear o aumento de casos.

O resultado dessa união de esforços, refletiu nos meses seguintes nos quais os registros indicaram um decréscimo de homicídios em relação aos meses de maio, junho e julho de 2021.

“Os dados compilados neste período mostram o trabalho árduo desenvolvido pelo efetivo do 2º BPM com os demais órgãos de segurança pública em Araguaína com objetivo de mantê-la como referência de cidade segura. A polícia militar permanecerá atuando de forma firme contra a criminalidade e por meio de ações cooperativas com as demais forças de segurança a fim de garantir aos cidadãos proteção aos direitos individuais e coletivos, mesmo diante dos grandes desafios que surgem dia a dia em virtude das problemáticas sociais”, afirma o Tenente Coronel QOPM Valdeonne Dias da Silva, Comandante do 2º BPM.

Divulgação: PM/TO

Envie sugestões de pauta ou denúncias para o WhatsApp do Jornal Sou de Palmas: (63) 9 9223-7820

Deixe o seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais