29 de fevereiro de 2024 09:17

Tocantins

Carnaval seguro! SES-TO prepara municípios tocantinenses para a folia com distribuição de preservativos para prevenir ISTs

Publicado em

Carnaval seguro! SES-TO prepara municípios tocantinenses para a folia com distribuição de preservativos para prevenir ISTs

A chegada do período carnavalesco é um dos momentos essenciais para os foliões ficarem atentos aos cuidados de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (ISTs). E para que os 139 municípios estejam preparados, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) tem disponível, 920.880 preservativos masculinos, 72.540 preservativos femininos de látex natural e 363 mil unidades de gel lubrificante, os quais podem ser solicitados e retirados pelos municípios para a distribuição à população.

“O uso de preservativos é a forma de prevenção mais divulgada pelo mundo, e das mais antigas. O uso continua sendo amplamente utilizada e eficiente, desde que utilizada da forma correta, por isso, a melhor fantasia que a população pode usar no carnaval é a da prevenção e por isso, é importantíssimo reforçarmos aos gestores municipais e aos foliões sobre essa prevenção”, relatou a gerente de Doenças Transmissíveis da SES-TO, Renata Ribeiro da Silva Braga.

Leia Também:   Fim da piracema! Entenda as regras para voltar a pescar no Tocantins

Algumas ISTs podem não apresentar sinais e sintomas, e se não forem diagnosticadas e tratadas, podem levar a graves complicações, como infertilidade, câncer ou até morte. “O paciente que suspeitar estar com alguma IST deve procurar uma unidade básica de saúde próxima de sua casa para ter acesso aos tratamentos e prevenção da doença. O tratamento das pessoas com ISTs melhora a qualidade de vida e interrompe a cadeia de transmissão dessas infecções”, acrescentou a gerente.

Os municípios que necessitarem de apoio podem entrar em contato com a equipe técnica da SES-TO por meio dos canais de comunicação e solicitar apoio e distribuição de insumos, preservativos, testes rápidos, capacitações, medicações, notificações e esclarecimento de dúvidas.

Leia Também:   Fim da piracema! Entenda as regras para voltar a pescar no Tocantins

Dados

Dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) apontam que em 2023 foram notificados 338 casos de (HIV), 92 casos de AIDS, 1.305 casos de sífilis (907 casos de sífilis em gestantes e 398 sífilis congênita) e 78 casos de Hepatites Virais B.

Em 2023, a SES-TO entregou aos municípios 2.051.752 preservativos, sendo 1.995.552 masculinos e 56.200 femininos, além de 37 mil unidades de gel lubrificante. Sobre testes rápidos para a detecção foram realizados 93.800 antirretrovirais que se dividiram em 31.789 testes de HIV, 27.349 Sífilis, 34.662 para as Hepatites B e C.

Doenças Sexualmente Transmissíveis (ISTs)

As ISTs são causadas por mais de 30 vírus e bactérias e transmitidas, principalmente, por relação sexual desprotegida, ou seja, sem o uso de preservativo, com uma pessoa infectada. No geral, essas doenças causam lesões nos órgãos genitais. Mas também podem provocar câncer, complicações na gravidez e no parto, aborto, infertilidade, problemas neurológicos e cardiovasculares e até a morte.

Leia Também:   Fim da piracema! Entenda as regras para voltar a pescar no Tocantins

📲 Sigas as redes sociais do Jornal Sou de Palmas no Instagram, X (Twitter) e Facebook.

🔔 Receba no WhatsApp as notícias do JSP em tempo real.

Deixe o seu Comentário

Anúncio

Mais Vistos da Semana