23 de julho de 2024 03:18

Tocantins

Capital por um dia: Em Miracema, Governo autoriza obras de infraestrutura e inaugura leitos do hospital regional

Publicados

sobre

Capital por um dia: Em Miracema, Governo autoriza obras de infraestrutura e inaugura leitos do hospital regional
Energisa

O governador em exercício, Laurez Moreira, participou da transferência da sede do Poder Executivo para Miracema em alusão ao Capital por um dia, realizado em 7 de dezembro. Acompanhado do secretariado estadual, Laurez Moreira entregou títulos imobiliários e autorizou obras de pavimentação em rodovia estadual e a reativação da delegacia no município. Além disso, inaugurou 12 leitos no Hospital Regional de Miracema (HRM) e participou da entrega de 1.200 kg de sementes de milho, vinculados ao programa Mesa Farta.

Laurez Moreira destacou a alegria de voltar a Miracema, sobretudo neste dia, reforçando a importância do município para a história do Estado. “Essa cidade tem uma importância muito grande para o Tocantins, principalmente na data em que tivemos o prazer de ouvir e ter o conhecimento da indicação de Miracema como a capital provisória do nosso Estado. Essa cidade contribuiu e recebeu muitas famílias que vieram buscando o grande sonho nesse novo El Dourado que surgia no centro do Brasil”, pontuou Laurez, ao falar do contentamento em entregar leitos e títulos e autorizar obras no município.

A prefeita de Miracema, Camila Fernandes, também falou sobre a satisfação do povo miracemense em receber a estrutura dos Poderes estadual no município. “É uma honra estar aqui representando o nosso município de Miracema. Há 35 anos, tivemos a oportunidade de sediar a capital do Tocantins e, em todo 7 de dezembro, nós recebemos a estrutura do poder público estadual”, destacou a prefeita.

A solenidade começou com Desfile Cívico da Polícia Militar do Tocantins (PMTO), seguido de uma visita à sede da Câmara Municipal de Miracema e da abertura da sessão solene de transferência da Capital para Miracema, realizada pela Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto) e presidida pelo deputado estadual, Amélio Cayres. “Hoje celebramos, não só lembranças do passado, mas as conquistas atuais do nosso Tocantins”, comentou o deputado estadual, ao passar a presidência da sessão ao deputado miracemense, Ivory de Lira. A Aleto homenageou 26 cidadãos de Miracema que contribuíram para a construção e o crescimento do município.

Ações

Laurez Moreira aproveitou a oportunidade para assinar a Ordem de Serviço para a recuperação, a manutenção e a conservação da rodovia TO-342, nos 4,7 km de trecho urbano que cortam o município, por intermédio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto).

Na área da saúde, o governador em exercício visitou o Hospital Regional de Miracema (HRM), onde inaugurou oito leitos cirúrgicos, com foco nos procedimentos eletivos; e quatro leitos de sala vermelha, vinculados à Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO).

Ainda foram entregues, simbolicamente, sementes de milho para agricultores familiares da região, por meio do programa Mesa Farta, da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Seagro). Cerca de 1.200 kg de sementes ficarão disponíveis para a retirada no escritório Regional do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) de Miracema.

O chacareiro Raimundo Tavares da Silva tem uma pequena propriedade na região de Brejinho, na zona rural de Miracema e, desde 1973, sempre trabalhou com agricultura familiar. “Receber essas sementes é muito importante para nós que não temos recursos financeiros para conseguir aumentar nossa produtividade, que é de subsistência, mas também comercializamos uma parte”, afirmou Raimundo, agradecendo ao programa Mesa Farta.

Miracema, a primeira capital

Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 1989, Miracema do Tocantins representou o Estado criado pela Assembleia Nacional Constituinte em 1988, como Capital Provisória, simbolizando a vitória de uma luta dos habitantes da região, travada ainda na época do Império. A transferência da capital para a cidade de Miracema obedece ao disposto no artigo 161 da Constituição Estadual, que estabelece a transferência dos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) à cidade que serviu como sede do governo no início da criação do Tocantins, durante a construção de Palmas.

A data é uma homenagem pelo fato de, no dia 7 de dezembro de 1988, o município ter sido escolhido para ser Capital Provisória do Estado do Tocantins, sendo, portanto, a primeira capital do Estado, por um ano, a partir de 1° de janeiro de 1989.

Anúncio
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conecte-se

Deixe uma resposta

Mais Vistos da Semana