23 de julho de 2024 18:39

Plantão Policial

Operação nacional fiscaliza atividades de segurança privada no Tocantins

Publicados

sobre

Operação nacional fiscaliza atividades de segurança privada no Tocantins
Energisa

Tocantins – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 23, a Operação Segurança Legal VIII em todas as suas unidades no Brasil, exceto no Rio Grande do Sul devido às enchentes. O objetivo é fiscalizar a regularidade das atividades de segurança privada e coibir a exploração clandestina desses serviços.

Fiscalização e autorização

A atividade de segurança privada só pode ser realizada com a autorização prévia da Polícia Federal. Portanto, é fundamental que os contratantes verifiquem a regularidade das empresas prestadoras desse serviço, exigindo a apresentação do alvará autorizativo expedido pela Polícia Federal.

Ação no Tocantins

No Tocantins, a fiscalização é responsabilidade da Delegacia de Controle de Segurança Privada, em Palmas, e da Delegacia de Polícia Federal, em Araguaína. Durante a operação nacional, essas duas unidades realizaram fiscalizações em dez estabelecimentos. A ação resultou na lavratura de um Auto de Constatação de Infração e sete Autos de Encerramento de Atividade de Segurança Privada não autorizada.

Riscos da contratação clandestina

A Polícia Federal alerta que contratar serviços clandestinos de segurança privada coloca em risco a integridade física e o patrimônio dos tomadores do serviço, pois esses “seguranças” ilegais não passam por fiscalização de antecedentes criminais, formação, aptidão física e psicológica.

Para denúncias ou solicitação de orientações e informações sobre segurança privada, os interessados podem enviar e-mail para [email protected], telefonar ou comparecer à Superintendência Regional da Polícia Federal em Palmas ou à Delegacia da Polícia Federal em Araguaína.

Anúncio

Mais Vistos da Semana