15 de julho de 2024 04:30

Palmas

VÍDEO: Caso de agressão e xenofobia é registrado em delegacia contra professor de escola municipal do Aureny III, em Palmas; entenda

Publicados

sobre

VÍDEO: Caso de agressão e xenofobia é registrado em delegacia contra professor de escola municipal do Aureny III, em Palmas; entenda
O vídeo foi registrado pela mãe da aluna ontem - Foto: Reprodução
Energisa

Palmas – A mãe de uma aluna da Escola Municipal Estevão Castro, do setor Jardim Aureny III, da Capital, registrou um boletim de ocorrência na 2ª Central de Atendimento da Polícia Civil, contra um professor da unidade escolar. Segundo ela, o docente estaria sendo xenofóbico com sua filha, uma menina de 12 anos, nordestina.

No boletim, a mãe também registrou que sofreu agressão do professor na escola.

“Minha filha estava reclamando constantemente da forma como o professor a tratava. Ele criticava o sotaque dela, chamava ela só pelo segundo nome de forma pejorativa, expôs ela na frente dos outros alunos, falava que o jeito dela era ridículo e faz repetidamente piadas com ela”, disse a mãe.

Ela ainda ressaltou: “Fui até o colégio para conversar com o professor, ao ser abordada ele disse: ‘com você eu não falo’, e nesse momento ele foi atrás da minha filha que estava no ensaio e a retirou do ensaio e questionou na frente de todos ‘onde é que faço bullying com você?’, e foi nesse momento que ela respondeu: ‘O tempo todo’.”

A mãe disse que a partir desse momento começou a filmar, e o professor veio e deu um tapa em sua mão, jogando o celular no chão.

Veja o vídeo

A mãe enfatizou que não é a primeira vez que esse tipo de caso acontece, envolvendo o docente. “Existem vários relatos de outras mães. Inclusive muitos alunos que reclamam que esse professor aperta os braços deles.”

O que diz a Secretaria da Educação?

Em nota ao Jornal Sou de Palmas, A prefeitura ressaltou:

”A Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria Municipal da Educação (Semed), informa que não compactua com qualquer tipo de violência, especialmente dentro do ambiente escolar. Com relação à agressão supostamente ocorrida na Escola Municipal Estevão Castro, a Semed informa que irá apurar o caso e, em caso de confirmação, adotar as medidas disciplinares cabíveis”.

Anúncio

Mais Vistos da Semana