13 de junho de 2024 06:35

Palmas

Pesquisa do Procon expõe diferenças de preços de carnes em Palmas; veja a lista

Publicados

sobre

Pesquisa do Procon expõe diferenças de preços de carnes em Palmas; veja a lista
Foto: Divulgação

Palmas – O Procon Tocantins realizou uma pesquisa de preços em açougues nesta quarta-feira (22) revelando variações significativas nos valores das carnes.

A pesquisa abrangeu 32 cortes de carnes bovinas, suínas, aves, peixes e linguiças em dez estabelecimentos, incluindo sete açougues de supermercados e três casas de carnes.

Objetivo da pesquisa de preços

“O Procon Tocantins realiza mensalmente o monitoramento dos preços das carnes em açougues de supermercados e casas de carnes da capital.

A pesquisa, que é feita por amostragem, tem o objetivo de apresentar os índices de variação de preço, possibilitando ao consumidor maior economia na hora de realizar as compras”, explicou Rafael Parente, superintendente do Procon Tocantins.

Variações de preços mais significativas

O item que apresentou a maior variação de preço foi o peito de frango, com uma variação de 124,10%, oscilando entre R$ 12,49 e R$ 27,99. Em seguida, o coração de frango teve uma variação de 112,04%, com preços entre R$ 24,99 e R$ 52,99. A costela bovina dianteira apresentou 100% de variação, com preços entre R$ 11,99 e R$ 23,99.

Entre as linguiças, a calabresa teve a maior variação, com 87,54% de diferença, oscilando entre R$ 23,99 e R$ 44,99. Já entre as carnes suínas, o pernil dianteiro e traseiro, ambos com osso, apresentaram 50% de variação, com preços entre R$ 17,99 e R$ 26,99. Entre os peixes, o pintado foi o item com maior variação, 36,01%, com preços entre R$ 24,99 e R$ 33,99.

Orientações aos consumidores

O Procon Tocantins realiza mensalmente esse monitoramento de preços, visando informar os consumidores sobre as oscilações no mercado e possibilitar escolhas mais conscientes e econômicas na hora das compras.

“É importante destacar que nos locais onde são vendidas carnes, é permitido oferecer carne fresca moída, desde que essa operação seja realizada na presença do cliente. No entanto, é proibido manter essa carne moída em estoque”, ressaltou Magno Silva, diretor de fiscalização do Procon Tocantins.

Confira a pesquisa aqui! 

Como denunciar irregularidades

Para denunciar irregularidades, os consumidores podem utilizar o WhatsApp Denúncia (63) 99216-6840 ou Disque 151.

A fiscalização será realizada e, se confirmada a irregularidade, as devidas penalidades serão aplicadas.

Requisitos legais para exposição de carnes

A Lei Estadual nº 3.136/2016 estabelece que açougues, supermercados e comerciantes de carne em geral no Estado do Tocantins devem expor, em local visível e de forma clara, informações como razão social, nome de fantasia, telefone, endereço e número da inspeção do frigorífico fornecedor dos produtos, bem como o prazo de validade do produto.

Anúncio

Mais Vistos da Semana