15 de abril de 2024 00:25

Editorial

Acusado de matar adolescente a tiros em Gurupi é condenado a 32 anos de prisão

Publicado em

Acusado de matar adolescente a tiros em Gurupi é condenado a 32 anos de prisão
Crime foi na região central de Gurupi — Foto: Leonelson Alves/Divulgação

Em uma decisão do Tribunal do Júri de Gurupi, Wallakson Alves do Nascimento foi condenado a 32 anos de prisão em regime fechado. Este veredito vem após a morte de Victor Belchior Dias Barros, um adolescente de 15 anos. O Ministério Público do Tocantins (MPTO), representado pelo promotor de Justiça Rafael Alamy, sustentou a acusação, culminando na condenação do réu por homicídio qualificado e crimes correlatos.

O crime ocorreu em julho de 2020, desencadeado por ato de vingança.

Victor Belchior havia identificado os responsáveis pelo roubo de sua motocicleta, o que culminou em sua morte. Wallakson, juntamente com Kayque dos Santos Barreira e Luciano Carvalho da Silva, todos membros de uma facção criminosa, tomaram a decisão matar o adolescente.

Leia Também:   Motociclista morto em acidente na Av. Teotônio Segurado, em Palmas, é identificado

Outros crimes

Além do homicídio, Wallakson enfrentou acusações adicionais. Uma delas foi a tentativa de homicídio contra Gabriel Lindolfo Ribeiro, que sobreviveu durante o assassinato de Victor.

A condenação de Wallakson também incluiu participação em organização criminosa, reforçando a natureza premeditada de seus atos. Em contraste, Kayque dos Santos Barreira e Luciano Carvalho da Silva, inicialmente julgados e inocentados em 2022, enfrentarão um novo julgamento. Esta decisão, promovida pelo recurso do MPTO e acatada pelo Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), sublinha o compromisso contínuo com a justiça.

📲 Sigas as redes sociais do Jornal Sou de Palmas no Instagram, X (Twitter) e Facebook.

🔔 Receba no WhatsApp as notícias do JSP em tempo real

Deixe o seu Comentário

Anúncio


Mais Vistos da Semana