Divulgação

Representando o Tocantins, o secretário de Estado da Saúde (SES/TO), Dr. Edgar Tollini participou nesta quinta-feira, 06, em Brasília, de reunião com todos os estados da federação e o Ministério da Saúde para alinhar estratégias e discutir detalhes dos planos de contingência dos estados que contempla medidas de prevenção, vigilância e assistência para eventuais casos do novo coronavírus no Brasil. A reunião foi conduzida pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e contou ainda com secretários de saúde das capitais de todo o país.

Antes desta agenda, em reunião com o Secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, e todos os secretários estaduais de Saúde, Edgar apresentou o plano de contingência e ações tomadas no Tocantins, relatando o caso suspeito que ocorreu no município de Porto Nacional. “O Estado foi elogiado pela condução do caso suspeito, agimos sem trazer alarde para a população e de forma oportuna, soubemos trabalhar em um momento que qualquer informação ou notícia equivocada poderia causar grandes transtornos para nossa população”, disse o secretário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.

Na reunião com secretários de saúde dos estados e capitais de todo o país para tratar sobre a situação do novo coronavírus da China, o ministro da Saúde enfatizou a união de todos neste momento, “nós precisamos falar a mesma língua e estamos entrando com ações de alto impacto na área de vigilância. Trabalhando com vários cenários, porque cada estado tem uma peculiaridade”, falou Mandetta.

Hospitais

Nesta quinta-feira, 06, a SES, por meio da Superintendência de Unidades Hospitalares Próprias, também reuniu todos os diretores gerais e diretores técnicos dos hospitais estaduais para apresentação e discussão do Plano de Contingência do novo Coronavírus, desenvolvido pela equipe técnica da pasta, , que visa o possível manejo de pacientes infectados por Coronavírus, no Tocantins. Assim, os diretores se atualizaram quanto à informações pertinentes, bem como receberam orientações sobre perfil, encaminhamento e manejo de pacientes.

Dados

O Ministério da Saúde atualizou nesta quinta-feira, 06, as informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde sobre a situação dos casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil. Agora, nove casos se enquadram na atual definição de caso suspeito para nCoV-2019. Os casos suspeitos estão sendo monitorados nos seguintes estados: Minas Gerais (1), Rio de Janeiro (1), São Paulo (3), Santa Catarina (1) e Rio Grande do Sul (3).

Os casos suspeitos do Tocantins já foram descartados, o paciente oriundo da Alemanha e sua filha, que estavam internados no Hospital Regional de Porto Nacional (HRNP), já receberam alta hospitalar, no dia 04, por melhora clínica e serão acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde de Porto Nacional, para continuidade de tratamento do vírus da Influenza A – H1N1.

Deixe aqui o seu comentário: