Divulgação

Foi publicado no Diário Oficial de Araguaína, Nº 1982 de quarta-feira, 22, o resultado do processo seletivo para contratação de funcionários que irão trabalhar no Centro Especializado em Reabilitação (CER) de Araguaína.

Na lista que pode ser consultada acessando o site da Prefeitura de Araguaína, em Diário Oficial, estão os nomes de 33 candidatos aprovados, sendo 22 para cargos da área da saúde como psiquiatra, psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros e outros; e 11 profissionais distribuídos entre as funções de assistente administrativo, vigilante e serviços gerais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.

Ao todo foram ofertadas 50 vagas, 17 ainda estão em aberto e devem ser preenchidas por meio de cadastro reserva, de forma gradual até completar o quadro da unidade.

O processo de contratação será realizado pelo departamento de Recursos Humanos da Fundação Pio XII que, de acordo com o informado aos candidatos, durante a etapa das entrevistas, a remuneração salarial deverá seguir o piso salarial de Araguaína para cada categoria profissional.

Próximo passo
A próxima fase é o processo de capacitação dos candidatos aprovados. O Hospital do Amor, que gerencia o CER, realizará capacitações com os selecionados, na sede do Hospital em Barretos.

O objetivo do treinamento será o de unificar o atendimento que é realizado pelo hospital, por meio da apresentação da política de trabalho da unidade, para fortalecer o atendimento humanizado aos pacientes, principal marca da instituição.

“No treinamento esses profissionais terão a oportunidade de conhecer novas habilidades e competências em liderança, comunicação, trabalho em equipe e motivação. Uma oportunidade de serem melhor no que fazem, com isso ofereceremos um atendimento cada vez melhor aos nossos pacientes”, destacou a Superintendente de Atenção Especializada do Município, Ana Paula dos Santos Andrade.

A data dos treinamentos ainda deve ser divulgada pelo Hospital do Amor.

Referência em Reabilitação

Em pleno funcionamento, o CER será referencial regional atendendo uma média diária de 100 pessoas com deficiência de 64 municípios. Com dados da Secretaria Municipal da Saúde, estima-se que 22% da população do Estado sofrem de algum tipo de deficiência. Em Araguaína, a estimativa é 24%, o que corresponde a aproximadamente 40 mil pessoas.

Deixe aqui o seu comentário: