Levando em consideração o atual déficit de pessoal na Guarda Metropolitana de Palmas, o vereador Júnior Brasão (PSB) apresentou, durante sessão ordinária desta terça-feira, 21, um requerimento solicitando ampliação no quantitativo de vagas previstas para o próximo concurso da corporação.

De acordo com o documento, a Guarda Metropolitana de Palmas conta com menos de 250 servidores, no efetivo exercício de suas funções, número insuficiente para atender as demandas da capital tocantinense, uma vez que esta teve crescimento significativo desde o ano de 2007, ano do último concurso da instituição.

O requerimento destaca ainda que há uma previsão de aposentadoria de no mínimo 60 servidores, até o final deste ano, fato que deixará ainda mais deficitário o quadro de servidores da guarda.

De 50 para no mínimo 200 vagas

De acordo com Brasão, a quantidade prevista de vagas (50) é insuficiente e a ampliação de 50 (previstas) para no mínimo 200 vagas irá solucionar o problema de falta de efetivo da GMP.

”A aplicação no quantitativo de vagas, para preenchimento imediato, no certame, além de minimizar de tal maneira a problemática da falta de efetivo da corporação, garantindo mais qualidade nas condições de trabalho a esses servidores, trará a população palmense mais segurança, garantindo, desta forma, a preservação da lei e da ordem”, disse o vereador.

Deixe o seu Comentário