Polícia prende mulher
Polícia prende mulher

A Polícia Civil de Palmas prendeu nesta terça-feira (17) uma mulher suspeita de gerenciar os negócios de uma facção criminosa nacional que atua na cidade. A suspeita foi identificada apenas pelas iniciais, S.R.P. Os investigadores afirmam que ela foi ‘nomeada’ como gerente do grupo criminoso após o marido, que está detido na Casa de Prisão Provisória de Palmas, ser preso.

A mulher foi capturada quando embarcava no carro de um motorista de aplicativo. Ela levava três celulares e massa tipo epóxi de modelagem. O produto é uma das técnicas utilizadas por criminosos para ocultar eletrônicos e drogas nas paredes de presídios.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.

“Os celulares e o epóxi iriam ser levados pela autuada para o presídio, sendo que a massa seria utilizada para simular componente de reboco nas celas e dissimular os aparelhos celulares dentro da unidade prisional”, afirmou o delegado Ênio Walcacer.

Além da mulher, também foi preso um homem de iniciais J.R.N. Ele seria cúmplice dela e foi flagrado com mais de um quilo de crack, dinheiro em espécie e balanças de precisão. A investigação é da Divisão Especializada de Narcóticos (Denarc).

Após prestarem depoimento, o homem foi levado para a CPP e a mulher para a unidade prisional feminina de Palmas.

 

Deixe aqui o seu comentário: