PREFEITURA DE PALMAS
SEBRAE 728X90  

Dupla suspeita de matar uma jovem durante cavalgada é presa em Paraíso do Tocantins

Conforme a autoridade policial, os indivíduos são os principais suspeitos de agredir e esfaquear a vítima até a morte no meio da multidão.

Dois homens, com 18 e 20 anos, suspeitos do crime de homicídio contra uma jovem de 19 anos, no dia 5 de junho, durante a cavalgada de Paraíso, foram presos na manhã desta sexta-feira (5) por Policiais Civis da 6ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (6ª Deic) de Paraíso do Tocantins.

Conforme a autoridade policial, os indivíduos são os principais suspeitos de agredir e esfaquear a vítima até a morte no meio da multidão. “A partir das informações sobre o crime, as equipes da 6ª Deic passaram a investigar e diligenciar no sentido de esclarecer toda a dinâmica dos fatos e identificar os autores, que agiram com muita violência e agressividade, sem se importar com a multidão que participava do evento festivo”, disse o delegado.

Motivação

As investigações da Polícia Civil apontaram que, na noite dos fatos, a vítima se desentendeu com os autores. A derrubada de uma caixa térmica foi o estopim da confusão, que terminou com a reunião dos indivíduos  visando assassinar a vítima. “A caixa térmica foi derrubada, aí a vítima brigou com o autor e irmãos. Um irmão do autor apanhou. Em seguida, o autor reuniu vários indivíduos para ir para cima da vítima, que foi morta de forma brutal”, ressaltou o delegado.

De acordo com o delegado Antônio Onofre, a identificação, e consequente prisão de dois dos envolvidos na morte traz uma resposta satisfatória à sociedade, uma vez que se trata de um crime bárbaro.  “Desde o início das investigações, a Polícia Civil do Tocantins, por meio das equipes da 6ª Deic, envidou todos os esforços e o aparato necessário no sentido de elucidar esse crime bárbaro que foi cometido por motivo fútil, egoístico e banal. Além disso, com as prisões realizadas a PC-TO traz mais alívio e paz, sobretudo aos parentes, amigos e entes queridos da vítima”, disse o delegado.

A Polícia Civil continua trabalhando para  capturar os demais envolvidos no crime. Os dois homens presos foram encaminhados para a Casa de Prisão Provisória de Paraíso, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Envie sugestões de pauta ou denúncias para o WhatsApp do Jornal Sou de Palmas: (63) 9 9223-7820

Deixe o seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais