Divulgação

O Parque Municipal da Pessoa Idosa Francisco Xavier de Oliveira retoma as atividades oferecidas aos idosos da Capital nesta quinta-feira, dia 23. Para 2020, os frequentadores do local já podem se preparar para uma agenda cheia de atividades físicas, educativas e culturais. A retomada do atendimento no Parque será realizada gradativamente de acordo com o retorno das parcerias com universidades, entidades governamentais e sociedade civil organizada.

Nesta quinta, está prevista, como primeira atividade do dia o treinamento multifuncional adaptado, das 8 horas às 08h45min, para os idosos já cadastrados no Parque e o atendimento com a psicóloga conforme agendamento prévio. Outras atividades como voleibol, capoeira, rodas de conversas, grupo de convivência, grupo de saúde, além do acompanhamento psicológico, ateliê de costura, teatro, já estão programadas para iniciar em fevereiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.

“Aqui no Parque nós temos uma rede de parceiros e servidores que nos atendem anualmente, seguindo uma agenda que respeita a disponibilidade destes profissionais e dos nossos idosos. Então neste início de ano voltamos com alguns atendimentos e vamos enriquecendo a nossa agenda com a retomada das parcerias, como por exemplo, o teatro que é feito com Universidade Federal do Tocantins, então aos poucos vamos preenchendo cada minuto da nossa agenda para que os idosos possam aproveitar bastante o Parque”, explica a gerente do local, Silvanete Motta.

Ainda de acordo com a gerente, nesta sexta-feira, das 8 às 9 horas, os idosos poderão participar da primeira aula de capoterapia em 2020, que é uma terapia alternativa baseada na capoeira, respeitando as condições físicas dos participantes. Nas tardes das sextas-feiras, das 15 às 17 horas, acontecerão as reuniões do Grupo de Convivência.

Funcionamento

O Parque Municipal da Pessoa Idosa funciona das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, e está localizado na quadra ACSU–SO 30. Para participar das diversas atividades ofertadas no local, o interessado deve ter 60 anos ou mais, e se cadastrar junto à coordenação no Parque em qualquer época do ano.

Todas as atividades oferecidas no local são gratuitas e visam oferecer estímulo à qualidade de vida da pessoa idosa. Algumas aulas necessitam de liberação médica como, por exemplo, zumba, capoeira e voleibol.

O Parque da Pessoa Idosa não possui atendimento como instituição de longa permanência, nem desenvolve atividades de ‘centro dia’, ou seja, não é um local para deixar os idosos para passar o dia ou morar. Trata-se de um centro de convivência com atividades físicas, educativas, culturais e de saúde.

 

Deixe aqui o seu comentário: