Foto: Divulgação

O médico Bruno Calaça, de 24 anos, assassinado a tiro durante uma festa no Maranhão, fez faculdade em uma instituição privada, localizada em Porto Nacional.

O velório é realizado na manhã desta terça-feira, 27, no salão de uma funerária, em Porto Nacional. O sepultamento está previsto para esta terça, no cemitério São Pedro, no município.

Entenda o caso

O crime aconteceu em uma festa em um estabelecimento na avenida Beira-Rio, que já deveria ter sido encerrada pelo horário do acontecido, por volta de 3h30. O decreto municipal só permite a realização de festas até às 2h.

Segundo informações de testemunhas, houve uma discussão com uma terceira pessoa envolvida, mas o PM acabou atingindo o médico.

Imagens de câmeras de segurança da casa noturna registraram o crime, e a Delegacia de Homicídios investiga o caso.

Um policial militar, que está foragido, é suspeito de atirar contra o médico Bruno Calaça Barbosa, de 24 anos, que havia se formado há menos de um mês.

Deixe o seu Comentário