Homem é indiciado por fazer esquema de sorteios falsos nas redes sociais e não entregar os prêmios em Palmas

Ele atuava em Palmas oferecendo premiações de R$ 400 a R$ 1 mil, além de celulares. A suspeita é de que ele pode ter lucrado mais de R$ 50 mil.

Um homem foi indiciado pela Polícia Civil nesta quarta-feira (18) suspeito de fazer sorteios nas redes sociais e não entregar os prêmios. Ele tinha mais de 30 mil seguidores e atuava em Palmas oferecendo premiações de R$ 400 a R$ 1 mil, além de celulares. A suspeita é de que ele pode ter lucrado mais de R$ 50 mil.

A polícia afirmou que o homem fez os sorteios para que a sua rede social atraísse mais seguidores e proporcionasse lucro de forma ilícita. No perfil ele chegou a divulgar que foram sorteados vários prêmios provenientes de rifas, mas os investigadores apuraram que as premiações nunca foram entregues e não havia relação de ganhadores.

Ainda segundo a polícia, o homem confessou que não fazia a entrega dos bens prometidos. Ele vai responder por promover loteria sem autorização legal, uma contravenção penal que prevê prisão de até dois anos e multa.

O caso foi investigado pela 2ª Delegacia Especializada de Repressão às Infrações de Menor Potencial Ofensivo. A polícia não informou o nome do suspeito ou o perfil que era usado para enganar as vítimas.

 

A  Secretaria de Segurança Pública disse que não poderia divulgar essas informações por questões legais.

A polícia alertou que a realização de sorteios de prêmios nas redes sociais deve seguir os trâmites legais e a prática irregular pode configurar crimes mais graves.

Envie sugestões de pauta ou denúncias para o WhatsApp do Jornal Sou de Palmas: (63) 9 9223-7820

Deixe o seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais