Acusado foi condenado a 12 anos de reclusão por homicídio qualificado

 

O Ministério Público do Estado do Tocantins (MPTO) obteve a condenação de um homem a 12 anos de reclusão por homicídio qualificado, motivado pela demora na devolução de uma bicicleta. A vítima havia se desculpado pelo atraso na entrega da bicicleta.

A sessão do Tribunal do Júri foi realizada na manhã da última quarta-feira, 23, e julgou o caso ocorrido em 02 de setembro de 2012, no Jardim Aureny III, em Palmas.

Segundo a denúncia, William Vicente Nunes, em posse de um machado, dirigiu-se à residência de Alessandro da Silva Souza, por volta das 02h da madrugada e, ao chegar lá, desferiu golpes contra a vítima, atingido sua cabeça e causando-lhe a morte. O Laudo Pericial aponta que Alessandro foi golpeado dormindo, o que impossibilitou sua defesa.

William Vicente Nunes foi condenado por homicídio qualificado por motivo torpe, mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, sem direito de recorrer em liberdade.

A sustentação oral do julgamento foi realizada pelo promotor de Justiça André Ramos Varanda.

Deixe o seu Comentário

FINAL DA MATÉRIA