PREFEITURA DE PALMAS
SEBRAE 728X90  

Temporada de Praia: aumenta número de apreensões de materiais de pesca predatória no Rio Araguaia

Em comparação com o mesmo período do ano passado, apreensões passaram de 100 para 600 metros de redes retiradas de circulação pelas equipes de Fiscalização Ambiental, neste mês de julho.

Em menos de 10 dias, fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente e agentes da GMA (Guarda Municipal de Araguaína) apreenderam novamente no Rio Araguaia materiais que caracterizavam a pesca predatória. A ação foi realizada na região do Garimpinho, povoado localizado a 145 km da cidade. Os números de itens encontrados já superaram o mesmo período de 2021.

Conforme o diretor de Fiscalização Ambiental, Orialle Barbosa, o aumento da pesca predatória pode estar associado à ampliação de público. “Mais pessoas estão frequentando as praias, pois nos últimos dois anos a presença foi menor devido às restrições da pandemia. Na mesma época, tínhamos quase 100 metros de rede capturadas e agora são aproximadamente 600 metros”.

No último fim de semana, dias 15 e 16, durante a ronda fluvial noturna, as equipes capturaram uma tarrafa, um arpão e seis redes com cerca de 300 metros. Além dos itens encontrados, um homem será autuado por portar os instrumentos de pesca proibidos pela legislação ambiental. A multa pode variar entre R$ 300 a R$ 10 mil.

O diretor adianta que o relatório da autuação está sendo gerado e o valor da multa será alto devido aos agravantes cometidos.  “No dia 15 de julho, apreendemos uma rede com resistência do proprietário. No dia seguinte, ele estava novamente com os itens de pesca predatória e, ao ver a fiscalização, jogou os materiais na água e negou o porte, foi necessária nossa equipe entrar no rio e procurar”, relatou Orialle.

Fiscalização integrada

A fiscalização ambiental foi intensificada na região do Garimpinho neste mês de julho devido a temporada de praia. Além disso, as orientações estão sendo repassadas para os banhistas quanto ao descarte correto do lixo e preservação do local. As ações contam com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Ambiental.

Conforme um levantamento da GMA (Guarda Municipal de Araguaína), durante o acompanhamento das rondas fluviais para coibir a pesca predatória, foram apreendidos: três tarrafas, um arpão, 17 redes e a mesma quantidade de pontos de pesca predatória conhecidos como “cevas” foram inutilizados pela fiscalização integrada.

Praia segura

Para garantir a segurança dos turistas e moradores da região, nos últimos fins de semana, os agentes da GMA também estão presentes em outras ações que fazem parte da programação da Temporada de Praia do Garimpinho: cadastramento de 30 acampamentos, cobertura do Desafio de Moutain Bike, Festival Gastronômico e as apresentações artísticas de cantores da região.

Envie sugestões de pauta ou denúncias para o WhatsApp do Jornal Sou de Palmas: (63) 9 9223-7820

Deixe o seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais